Laudo com a causa da morte será encaminhado para a delegacia que investiga o caso.

O Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima (IML) identificou o corpo localizado na manhã desta quarta-feira (09), dentro do riacho Salgadinho no bairro do Jaraguá, em Maceió. O nome da vítima é Cícero Ferreira de Araújo, de 45 anos de idade.

A técnica forense Alessandra Rodrigues explicou que a identificação do cadáver foi realizada por meio de fotos, com um termo de reconhecimento assinado pelo sobrinho da vítima. Também foi apresentando a equipe do IML os documentos pessoais do morto, entre eles, a carteira de identidade.

Cícero Ferreira era solteiro, natural de Maceió, com residência fixa no bairro da Pajuçara na Capital. De acordo com familiares, ele tinha problemas de saúde e havia saído de casa na noite anterior ao dia em que seu corpo foi achado boiando nas águas.

O exame de necropsia realizado pela perita médica legista Magda Vilela Palmeira Costa constatou que Cícero morreu de asfixia por afogamento. Restos alimentares encontrados no estômago indicam que o mesmo havia se alimentado pouco tempo antes de se afogar.

Durante o exame também foi encontrado um valor de 17 reais e uma chave em um dos bolsos da bermuda que Cícero vestia. Esse material foi separado e entregue ao sobrinho que fez o reconhecimento da vítima.

Com a identificação e o exame cadavérico concluído, o corpo da vítima foi liberado, mas, a família irá fazer a retirada do cadáver para sepultamento, apenas na manhã desta quinta-feira. O laudo com todos os detalhes do exame será encaminhado para a delegacia responsável pela investigação do caso.

com PERÍCIA OFICIAL

Deixe seu comentário

Os comentários postados sobre esta matéria são de inteira responsabilidade de seus idealizadores, não representando em nenhuma instância a opinião do site Via Alagoas ou de seus colaboradores e parceiros.