Comandante do BPEsc afirma, porém, que procedimento é de rotina

com Tatianne Brandão | Portal Gazetaweb.com

Policiais foram transferidos para o Batalhão Escolar
FOTO: REPRODUÇÃO

Os três policiais do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), envolvidos na confusão durante uma abordagem ao coronel Goulart, no mês passado, foram transferidos para o Batalhão de Polícia Escolar (BPEsc).

O comandante do Batalhão para onde eles foram transferidos afirmou, no entanto, que o procedimento adotado é de rotina e que um dos policiais já havia servido o batalhão em outra ocasião.

Segundo o chefe do Batalhão, a volta do PM, acompanhado dos outros colegas vai reforçar o efetivo e formar uma guarnição nova.

O caso

Na ação, o coronel Goulart relatou que os colegas de farda agiram de forma truculenta, apontando armas em sua direção, apesar de ele ter se identificado.

Após a abordagem, os militares acabaram sendo punidos com prisão administrativa de 72h e transferência para batalhões localizados no interior do estado de Alagoas, quando colegas militares começaram a classificar a atitude como “arbitrária e corporativista”

Antes do período de 72h, o comandante da Polícia Militar de Alagoas, coronel Marcos Sampaio, revogou a prisão que havia sido decretada na sexta (24), pelo chefe do Estado-Maior Geral (EMG) da corporação, coronel Nerecinor Sarmento Pereira Filho.