Categoria pede autonomia, implantação do PCCS e realização de concurso público

com Rafael Maynart | Portal Gazetaweb.com

Servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran-AL) paralisaram as atividades nesta segunda-feira (04) e marcaram uma reunião, para esta terça-feira (05), com o secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias, para discutir a pauta de reivindicação da categoria. O atendimento volta a normal amanhã.

Servidores do Detran/AL durante assembleia na semana passada
FOTO: CORTESIA/SINDICATO/ARQUIVO

O sindicato que representa a categoria informou que, caso as conversas não avancem nesta terça com o governo, uma nova assembleia está marcada para a quarta. Na ocasião, eles devem decidir se voltam a parar o serviço.

Os servidores cobram a realização de concurso público, implantação do Plano de Cargos e Carreiras e autonomia.

O presidente do Sindicato dos Servidores do Detran, Roberto Martins, disse que recebeu uma ligação do diretor-presidente do órgão, Antônio Carlos Gouveia, abrindo o canal de diálogo para negociar.

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

As reivindicações contemplam a realização urgente de concurso público para suprir uma carência de 210 servidores, já que, atualmente, o déficit de funcionários é de 140; porém, 70 servidores vão se aposentar em março do próximo ano. O último concurso para a autarquia foi realizado em 2001. Além disso, a pauta inclui revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Salários, e o retorno da autonomia administrativa e financeira do Detran.

“A direção entende nossos anseios, mas o Estado, não. Até o momento, não obtivemos nenhuma resposta por parte do governo. Isso é triste, porque a precariedade é grande aqui, o que vem comprometendo os serviços em prol da sociedade”, acrescentou o sindicalista.

Com as portas fechadas, o Detran virou palco de tendas armadas e mesas e cadeiras preenchidas pelos servidores.