com NUCOM/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Alagoas já começou a intensificar as suas fiscalizações neste mês de dezembro. O objetivo do órgão é aumentar o efetivo em todo o trecho de rodovias federais que cortam Alagoas, visando minimizar os riscos de acidentes e combater a criminalidade no último mês do ano. Dados estatísticos mostram que durante todo o ano de 2017 houve queda nos índices de violência no trânsito e apontam o mês de novembro como o período que mais acumulou vítimas fatais de acidentes ocorridos em BRs que cortam Alagoas.

(Foto: Viatura PRF / Arquivo ViaAlagoas)

A PRF em Alagoas vem se antecipando às festividades de fim de ano e já no início desse mês decidiu reforçar o policiamento ostensivo nas rodovias federais que cortam o estado. Inúmeras operações estão programadas e ocorrendo concomitantemente nesse início do mês, buscando inibir condutas imprudentes por parte dos condutores e, como consequência, continuar diminuindo o número de acidentes, além de inibir ações criminosas nas rodovias.

Ainda esta semana está previsto no calendário estadual o feriado de 8 de dezembro, que cairá numa sexta-feira, e é possível que haja aumento no fluxo de veículos nas rodovias. O órgão deixa dicas de condução e alerta os motoristas sobre condutas imprudentes que tem causado acidentes com vítimas fatais no trânsito.

MÊS DE NOVEMBRO ACUMULOU MAIOR NÚMERO DE MORTOS VÍTIMAS DE ACIDENTES DE TRÂNSITO NAS RODOVIAS FEDERAIS DE ALAGOAS

Embora os índices de violência no trânsito tenham diminuído mês a mês em todo o ano de 2017, a PRF em Alagoas faz um alerta: o mês de novembro reuniu o maior número de vítimas fatais decorrentes de acidentes de trânsito registrados nas rodovias federais de Alagoas. Mesmo o número de acidentes e acidentes graves sendo menor que o mesmo período do ano de 2016, o número de óbitos subiu de 15 para 17 neste ano.

Isso ocorre porque dois dos 17 acidentes graves registrados no mês de novembro pela PRF acumularam o número de 11 vítimas fatais. O primeiro deles, ocorrido no dia 08 de novembro, na BR104, em União dos Palmares, resultou em seis vítimas fatais. O segundo caso de sinistro mais relevante foi atendido no último dia 23, na BR 316, em Palmeira dos Índios, resultando em cinco óbitos. Nos dois casos houve uma colisão frontal e é possível que o excesso de velocidade seja uma das causas do acidente.

O excesso de velocidade e a ultrapassagem proibida são algumas das infrações mais combatidas pela PRF durante todo o ano. Essas infrações costumam causar colisões frontais que geralmente deixam feridos graves ou mortos nos acidentes. Por este motivo, o órgão tem intensificado o uso do radar portátil, equipamento que mede a velocidade que os veículos que trafegam pelas rodovias estão imprimindo. Além disso, o teste de etilômetro tem sido bastante usado nas fiscalizações, a fim de cessar com a mistura álcool e direção.

DICAS DE TRÂNSITO

Com a proximidade do fim de ano e o possível aumento no número de viagens e fluxo de veículos nas rodovias, a PRF recomenda aos motoristas algumas condutas para que façam uma viagem mais segura:
– Faça uma revisão atenta no veículo antes de viajar: verifique principalmente pneus (inclusive o estepe), palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação e sinalização;
– Planeje a viagem: lembre-se de programar paradas em locais adequados para abastecimento, alimentação e descanso;
– Mantenha a atenção na rodovia: respeite a sinalização e os limites de velocidade, eles existem para proteger a sua vida;
– Não use o celular enquanto dirige. O seu uso distrai o motorista e a “falta de atenção” é a principal causa de acidentes nas rodovias federais;
– Mantenha sempre os faróis ligados para que seu veículo fique mais visível aos demais condutores. Lembre-se que isso é lei!;
– Aumente a distância do veículo à frente e respeite o limite de velocidade.