Comerciantes se queixam da pouca quantidade de turistas nos últimos dias na orla

com Carolina Amorim | Portal Gazetaweb.com

A Prefeitura de Marechal Deodoro continua trabalhando por melhorias na Praia do Francês e garante que ao local está com estrutura suficiente para receber normalmente os visitantes. Após a demolição das barracas da orla, comerciantes queixaram-se da pouca quantidade de clientes e querem que os turistas de todo o país e de Alagoas voltem a frequentar a região.

Movimento na praia do Francês caiu após demolição das barracas
FOTO: JOSÉ FEITOSA

Desde o momento em que foram divulgadas a demolição das treze barracas da Praia do Francês, comerciantes relataram que o volume de visitantes diminuiu 40%. Segundo Luiz Rodrigues, dono de um restaurante localizado na orla, as visitas diminuíram porque as pessoas acham que o trabalho de reordenamento da orla está prejudicando o lazer dos visitantes.

“Nós queremos que as pessoas voltem a visitar a Praia do Francês; o Francês não está fechado. Treze barracas que funcionavam irregularmente foram derrubadas, porém, nove restaurantes à beira da orla funcionam normalmente. Além disso, nenhum trabalho que está sendo realizado está prejudicando quem visita”, aponta.

Ele detalha que os restaurantes possuem guarda-volumes, cadeiras e guarda-sol para que os banhistas fiquem à beira da praia, além de banheiros e estacionamentos. E que, em cada um dos estabelecimentos, há capacidade para 300 clientes desfrutarem do espaço interno.

NOVA ORLA

Após a derrubada das barracas, o primeiro reordenamento realizado na orla foi o espaço de lazer e jardinagem em frente a um dos restaurantes da região. O espaço foi construído por meio da união entre empresários e município, revelou Luiz. E, com o passar dos próximos meses, a continuação da construção do espaço de lazer será realizada até ser concluída em toda a faixa da orla.

Segundo Luiz, no espaço concluído foram necessários 40 dias de trabalho de ordenamento e há 15 dias ele foi entregue à população. No local foram colocados brinquedos para as crianças, sistema interno de irrigação de grama, grade de madeira entre a orla e a praia e uma escadaria que dá acesso à praia. Ele revela que, para ele, a reconstrução desse espaço embeleza, ainda mais, a vista para a praia.

Primeiro reordenamento realizado na orla foi o espaço de lazer e jardinagem
FOTO: JOSÉ FEITOSA

FALTA DE BANHEIROS

Paralelamente ao trabalho de paisagismo da orla, pedidos por cinco banheiros públicos foram feitos e em quinze dias eles serão instalados na localidade, informa Jeane Rodrigues, diretora do departamento de turismo da Secretaria Municipal de Turismo. Esses banheiros também servirão para que os visitantes possam tomar banho e terão o formato de containers, explica.

Além dessas melhorias, o recadastro dos ambulantes da praia está sendo realizado pela Secretaria Municipal de Planejamento, revela Jeane. Ainda de acordo com a diretora, em breve o trabalho passará pela fase de triagem para que os ambulantes voltem o mais cedo possível a vender na praia.

“Em época de alta temporada, cerca de mil ambulantes vendiam aqui na praia, não havia critério. Visitantes e a própria população nos reclamavam sobre esse excesso, então foi decidido pelo recadastro para que priorizássemos os ambulantes que vivem dessas vendas durante o ano inteiro”, explica.

Jeane detalha que era comum encontrar ambulantes de outras cidades que aproveitavam a alta temporada para vender suas mercadorias no Francês. Com o recadastro, ela conta, que a quantidade deve diminui em até 60% e que essa diminuição é compatível aos 500 metros de orla marítima.

GASTRONOMIA

Em breve,o Espaço Gastronômico do Francês também será inaugurado, ela garante. O ambiente está localizado numa área vizinha a orla da praia e lá estarão dispostos 11 boxes que servirão como estabelecimentos para a diversidade gastronômica da região. O espaço, ela aponta, será uma nova opção para os turistas, além dos restaurantes dispostos na orla e nas demais ambientações da região do Francês.

“Nós gostaríamos de enfatizar também que a região continua com as atividades marítimas sendo realizadas. Nós disponibilizamos de piscinas naturais, passeios de barco, além de modalidades diversas de esportes aquáticos para a diversão dos turistas”, frisa Jeane.

A alta temporada da Praia do Francês começa neste mês de dezembro e tanto Jeane como Luiz Rodrigues reiteram que, no local, há diversidade e estrutura para receber o turista nativo de qualquer localidade.

Visitações na praia do Francês diminuem cerca de 40% após demolição de barracas
FOTO: JOSÉ FEITOSA