com 7Segundos

O corpo de jovem raptado na última quarta-feira (9), durante aula de direção em autoescola, foi encontrado no início da manhã deste sábado (12), no sítio Grota, zona rural de Girau do Ponciano.

Corpo de aluno de autoescola raptado durante aula de direção é encontrado (Crédito: Josival Menezes/7Segundos)

Segundo informações do pai da vítima, o corpo teria sido localizado por um motorista de caminhão que passava em rodovia próxima, e devido à altura do veículo foi possível visualizar o corpo no meio do mato.

A Polícia Militar foi acionada pelo caminhoneiro e teria chegado ao local para realizar os procedimentos cabíveis.

O pai da vítima, que é um oficial reformado da polícia militar, foi chamado ao local e identificou o corpo como sendo de seu filho, Jonathan Barbosa Souza, que estava em condicional, condenado por homicídio ocorrido em 2014.

O Instituto de Criminalística (IC) e o Instituto Médico Legal (IML) estiveram no local para iniciarem as primeiras investigações sobre a morte do jovem e realizarem a retirada do corpo, que deve ser levado para o IML de Arapiraca, onde a autópsia deve determinar as causas da morte.

Histórico

Jonathan Barbosa Souza, foi condenado pelo assassinato de Flávio José dos Santos, crime cometido em 22 de junho de 2014 no bar do QG, localizado na Capital do Agreste alagoano, e se encontrava em condicional.

Ele teria sido levado por criminosos armados que abordaram o veículo que ele dirigia.

Jonatas Barbosa foi raptado durante teste de direção em Arapiraca
Cortesia

Jonathan Barbosa cumpriu parte da pena em regime fechado e foi preso pela Polícia Civil em 2016, junto com mais sete elementos. A divulgação da operação realizada em julho do ano passado informa que o grupo estava envolvido em homicídios e outros crimes.

Já em setembro de 2015, Jonathan Barbosa sobreviveu a um disparo de arma de fogo efetuado em Arapiraca, durante uma briga registrada em meio a uma farra num ‘espetinho’. Ele chegou a ser levado para antiga Unidade de Emergência do Agreste, onde foi socorrido e liberado na mesma data da ocorrência.

Curta a página do ViaAlagoas no Facebook, @VIAalagoas no Twitter e no Instagram. WhatsApp: (82) 99113.7446.

Deixe seu comentário

Os comentários postados sobre esta matéria são de inteira responsabilidade de seus idealizadores, não representando em nenhuma instância a opinião do site Via Alagoas ou de seus colaboradores e parceiros.