Quatro ocupantes dos veículos conseguiram escapar; houve troca de tiros

com Gazetaweb e Assessoria

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou, no fim da noite dessa segunda-feira (24), uma carga de tonners avaliada em R$ 1,5 milhão. Além dos produtos, dois veículos roubados foram recuperados. A ação aconteceu a 300 metros da BR-101, próximo a entrada de Boca da Mata. Ninguém foi preso.

Polícia Rodoviária Federal recupera carga avaliada em R$ 1,5 milhão
FOTO: DIVULGAÇÃO/ASSESSORIA

A PRF recebeu a ligação de uma empresa de rastreamento de veículos informando que havia perdido contato com o motorista de um caminhão e que suspeitava que ele havia sido roubado. Equipes de policiais rodoviários federais seguiram as diretrizes encaminhadas pela denunciante, que apontavam que o veículo estava na BR-101, no Pilar.

Carga foi apreendida próximo à entrada a Boca da Mata
FOTO: DIVULGAÇÃO
CURTA O VIAALAGOAS E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS

A 300 metros do local indicado, na AL-105, na entrada de Boca da Mata, os agentes visualizaram dois caminhões saindo de uma vicinal. Ao avistarem as viaturas, os ocupantes desceram dos veículos atirando. Os policiais revidaram e os quatro ocupantes fugiram pelo matagal. Uma equipe de policiais militares que passava pelo local se juntou aos policiais rodoviários em busca dos fugitivos, mas ninguém foi encontrado.

Um dos caminhões localizados era um veículo Mercedez Bens/1418, de cor branca, placa de Minas Gerais. No entanto, centenas de tonners de impressora da marca HP, avaliados em R$ 1,5 milhão haviam sido passados pra um caminhão adulterado, um Volvo/NH12380, placa do Ceará, que também foi recuperado.

No fim da noite, os policiais encontraram o motorista, vítima do assalto. Ele informou que havia saído de São Paulo e levava toda a carga para Recife, mas foi interceptado por assaltantes no início da tarde de ontem (24), na BR-101, na ladeira da Usina Terra Nova.

Curta a página do ViaAlagoas no Facebook, @VIAalagoas no Twitter e no Instagram. WhatsApp: (82) 99113.7446.

Deixe seu comentário

Os comentários postados sobre esta matéria são de inteira responsabilidade de seus idealizadores, não representando em nenhuma instância a opinião do site Via Alagoas ou de seus colaboradores e parceiros.