Uma ex-companheira do prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cezar da Silva, foi indiciada pela Polícia Civil de Alagoas pelo crime de vingança pornográfica, previsto no artigo 218-C do Código Penal, após divulgar em grupos do Whatsapp uma foto como sendo do gestor nu em frente a um espelho.

De acordo com a Deic, Júlio Cézar compareceu à delegacia no dia 01 de dezembro do ano passado para denunciar o crime. Após a investigação realizada pela Seção de Crimes Cibernéticos da Deic, a ex-companheira da vítima foi indiciada, e agora responderá na justiça.

Em entrevista ao programa Fique Alerta, o delegado Thiago Prado, divulgou que a ex-companheira se chama Simonica Alves Silva. O TNH1 não conseguiu contato para ouvi-la sobre o indiciamento, ficando aberto o espaço para a defesa.

De acordo com as provas do inquérito policial, ela teria sido a responsável por difundir a imagem, que alcançou significativo compartilhamento, causando um “severo constrangimento”. O prefeito afirma que não é ele na foto. “Uma montagem esdrúxula”, afirmou em vídeo publicado nas redes sociais em dezembro. Assista:

O delegado Thiago Prado, que coordena o setor de investigação cibernética, informa que esse tipo de delito vem ocorrendo com bastante frequência nos últimos meses, e alerta que o autor pode ser identificado através do trabalho realizado pela Polícia Civil. O crime prevê uma pena de até 5 anos de prisão.

com TNH1