Reprodução / Instagram

Quem passou pela Avenida Durval de Góes Monteiro, na parte alta de Maceió, nos últimos dias se deparou com um jovem segurando um cartaz em que pede ajuda para trabalhar, e ainda faz um apelo por alimento e fraldas para o filho, um bebê que deve nascer no próximo mês.

Fabrício Geovane Vieira dos Santos, de 22 anos, é casado há cinco anos com Ericássia, e tem dois filhos, de 5 e 3 anos. Desempregado há 3 anos, ele decidiu improvisar uma placa na tentativa de conseguir um trabalho com carteira assinada.

Uma foto de Fabrício em um semáforo no bairro Tabuleiro do Martins foi postada em uma página de Maceió em uma rede social e ganhou repercussão entre os seguidores.

“O desespero maior é que minha esposa está com oito meses de gravidez, e não temos nada”, lamentou o rapaz, em entrevista ao TNH1. “Tudo o que quero é uma oportunidade de manter minha família, seja com o trabalho que for”, garantiu.

O jovem já trabalhou como pedreiro e, nos últimos meses, tentou limpar para-brisas nos semáforos, mas não conseguiu tirar a família do aperto. “Me desesperei quando vi a data de nascimento de Kauê se aproximar e eu sem conseguir dar o básico para eles”, conta, aflito.

Nesta terça-feira (8), a mulher dele, Ericássia, foi até a sede da Coordenação Municipal de Cadastro do Bolsa Família, no Poço, já que o benefício dos filhos do casal foi suspenso no último mês de outubro.

Caso alguém queira ajudar Fabrício com um trabalho ou a família com doações de alimentos ou roupas para o bebê, é só entrar em contato pelo telefone (82) 98746-2049.

com TNH1

Deixe seu comentário