Sentença foi dada na manhã desta quarta-feira, pelo juiz da 4ª Vara Cível da Capital

Justiça determina o pagamento de indenizações às vítimas do Moinho Motrisa
FOTO: MARCO ANTÔNIO/SECOM MACEIÓ

Moinho Motrisa foi condenado, na manhã desta quarta-feira (14), a indenizar três moradores e uma empresa atingidos com a queda do silo em abril de 2014. A ação, julgada pela 4ª Vara Cível, condenou o moinho a pagar R$ 50 mil por danos morais cada uma das vítimas e um valor específico por danos materiais, de acordo com o prejuízo nos imóveis.

De acordo com o advogado das vítimas Efrem Lyra Júnior, o juiz Airton Tenório julgou coletivamente as ações, mas as sentenças foram individuais devido ao grau de dano sofrido pelos imóveis na queda do silo.

“Ele determinou o pagamento de R$ 50 mil a cada uma das vítimas por danos morais e determinou o pagamento por danos materiais. Os valores variam de acordo com o prejuízo sofrido”, explicou.

PUBLICIDADE

O advogado afirmou que a empresa tem 15 dias para recorrer da decisão.

O caso

Na tarde do dia 7 de abril de 2014, parte do silo do Moinho Motrisa, localizado no bairro do Poço, desabou e toneladas de trigo caíram destruindo carros que passavam pelo local e residências no entorno do prédio. Cinco pessoas ficaram feridas, mas não houve registro de morte.

Desde então, o processo percorre a justiça e as vítimas aguardavam por um desfecho. Os moradores das casas atingidas tiveram que se mudar até que um laudo pericial fosse feito, além de reparos, pois havia risco de desabamento dos imóveis.

com GAZETAWEB

Deixe seu comentário