Por questões genéticas ou por hábitos, doença tem feito mais vítimas em Alagoas | Pexels

Desde 2006 até agora, o número de pessoas com diabetes em Maceió cresceu mais de 60%. Entre 2010 e 2016, a doença matou quase 10 mil pessoas só em Alagoas.

O alerta é feito pelo Ministério da Saúde para que as pessoas saibam que a diabetes tem tratamento e pode ser evitada.

O consumo de frituras e o exagero na bebida alcoólica e no cigarro também são responsáveis pelo problema.

PUBLICIDADE

Genética

No entanto, a diabetes pode ser diagnosticada também em pessoas com bons hábitos diários, como é o caso da Disleide Leite, personal trainer há 30 anos. Ela foi diagnosticada com a doença há dois meses.

“Foi um susto, porque a minha alimentação não é inadequada”, diz. O que pode ter pesado foi a genética. “Meu pai, minha avó, vários primos são insulinodependentes”, justifica.

Assista à matéria completa da TV Pajuçara: