HGE (Foto: Reprodução/Internet)

A Força Nacional de Fiscalização do Sistema Cofen, em parceria com o Conselho Regional de Enfermagem de Alagoas (Coren), está realizando durante toda esta semana uma megaoperação de fiscalização nas instituições de saúde do estado. Ao todo, serão fiscalizadas 12 instituições de grande porte.

A primeira instituição de saúde inspecionada foi o Hospital Geral do Estado (HGE), onde foram flagradas diversas irregularidades. Nessa segunda-feira (4), os fiscais encontraram medicamentos vencidos, sobrecarga de trabalho para os profissionais de enfermagem, superlotação, alimentos sendo guardados em geladeiras para conservação de medicamentos, além de outras irregularidades.

Na terça-feira (5), a fiscalização foi no Hospital Universitário (HU). Durante a operação, também foram flagradas diversas irregularidades. Dentre elas, medicamentos vencidos, leitos lotados e alas de cirurgia desativada por falta de profissional. Além da utilização incorreta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da pediatria e materiais de área sujos e limpos no mesmo local, no Centro de Material e Esterilização (CME).

Ao serem notificados, os hospitais têm um prazo para se regularizar, que é acompanhado pelo Coren/AL. O prazo é de acordo com o tipo de irregularidade, que varia de 15 a 180 dias.

com CADA MINUTO

Deixe seu comentário

Os comentários postados sobre esta matéria são de inteira responsabilidade de seus idealizadores, não representando em nenhuma instância a opinião do site Via Alagoas ou de seus colaboradores e parceiros.